Sistema Renal

Sistema Renal

DOENÇA RENAL CRÔNICA: DIAGNÓSTICO E PREVENÇÃO

As doenças dos rins são, de um modo geral, pouco conhecidas pela população; mas, algumas delas são muito frequentes e graves, destacando-se a doença renal crônica.
Chama-se de doença renal crônica toda lesão que afeta os rins e persiste por três meses ou mais. Seu estágio “final” é mais conhecido como “insuficiência renal crônica”. Nesse último estágio, para manutenção da vida, é preciso fazer diálise ou transplante renal.

Alertamos que a doença renal crônica geralmente é silenciosa, não dando sinais ou sintomas, sobretudo no início. Assim, a melhor forma de prevenir tal doença é detectá-la cedo.
Para fazer o diagnóstico, é importante conversar com seu médico e fazer exames, que são simples e acessíveis. Esses exames são: a dosagem de creatinina no sangue e o exame de urina “de rotina”. Esse é conhecido como sumário de urina, urina I, análise de urina, entre outras denominações.

No exame de urina, a presença de proteína ou albumina, assim como de sangue, são alertas particularmente importantes para possível doença dos rins.
A dosagem de creatinina sérica e o exame de urina “de rotina” podem ser incluídos no check up ou consulta médica rotineira de qualquer pessoa. Mas, são ainda mais importantes para pessoas que têm familiares com doença renal crônica, para diabéticos e hipertensos.

Na verdade, atualmente, diabetes e hipertensão arterial são frequentes e são as causas mais comuns de doença renal crônica.

Existem tratamentos para a doença renal crônica e para as suas causas, assim como para as suas complicações. Os diversos recursos de tratamento podem evitar ou pelo menos retardar a progressão da doença para os estágios mais avançados.

Por fim, é preciso estar ciente de que a melhor forma de lidar com a doença renal é prevenir, fazendo-se o diagnóstico precoce. Para tanto, é importante conhecer a doença renal crônica, é necessário fazer exames de rastreamento (creatinina sérica e exame de urina), mesmo na ausência de sintomas, para detectá-la e iniciar o tratamento o mais cedo possível.

Fonte: https://sbn.org.br/doenca-renal-cronica-diagnostico-e-prevencao/

Próximo postRead more articles

Deixe uma resposta